segunda-feira, 24 de março de 2014

Dar X Compartilhar

As vezes me deparo com torpedos em meu celular dizendo que ganhei algo, e que tenho que responder tal mensagem para xxx. Oras, quem é tão ignorante em acreditar que as coisas são "dadas" de garça a alguém?
Isso me fez lembrar em escrever algo a respeito. 

É comum nos depararmos com pseudos caridosos e bondosos por aí. Mas não podemos esquecer que tudo no Universo é uma troca. Quando oferecemos nossos serviços é em troca de algo, seja ele material ou não. Mas, sempre uma troca!
A falsa ideia de caridade permeia todo ambiente, seja ele físico ou virtual. Quando nos propomos a estudar e se aperfeiçoar em um determinado campo, sempre há uma despesa para isso: gastamos tempo, dinheiro e neurônios; e, logicamente, tudo isso deve ser compensado.
Alguém aqui conhece algum lugar onde as atividades são totalmente oferecidas de 'graça' a alguém?! Claro que não! Nem no meio pseudo espiritualista, pois todos aqueles que se propõe a ajudar estão gastando tempo e dinheiro em busca de uma pseuda salvação, por fazer a tal dita caridade.
Nós, aliás, pelos menos eu, ofereço minhas experiências como base para um conhecimento e aprendizado. Quando posto material sobre minha profissão - cartomancia, astrologia ou religiosa, estou apenas incentivando que os buscadores procurem se aprimorar e estudar sobre, caso se interessem. Seja através de mim ou de qualquer outro profissional. Tudo não passa de experiências ou exercícios fictícios com finalidade de incentivar. Pois tudo que sou hoje a nível de conhecimento foi adquirido por esforços e gastos financeiros com material didático. Até a internet que agora estou usando para postar esse texto estou pagando!
Então, vamos ter muito cuidado com os conceitos que envolve nosso meio profissional/espiritual, onde muitos acreditam que deva haver uma caridade de nossa parte.
Quando 'damos' ficamos sem! Quando 'compartilhamos' ficamos ainda com algo que possa crescer e ser alimentado.
Outro motivo desta reflexão minha, é porque tenho observado muitos inconvenientes sociais - brigas e desentendimentos alheios sem o mínimo motivo, apenas por fulano achar que participa de determinado grupo para receber um aprendizado gratuitamente. Isso é um engano! Tudo que compartilhamos não passa de nossas experiências; quer se aprofundar? Então vá em busca de um curso completo e detalhado sobre o assunto escolhido.
Ah, fulano plagiou meu texto... Oras, mas uma vez! Você está expondo 'publicamente' uma ideia ou criando um texto didático, defendendo uma tese? Vamos ter consciência de como as coisas funcionam.
Então, para resumir, pois textos longos cansam; vamos a alguns tópicos:

1- Não me venham com mensagem em celular que ganhei alguma coisa, porque nada é mesmo gratuito!
2- Quer se especializar em determinada área profissional, procure um curso e pague por ele. As experiências dos outros e exercícios expostos apenas servem para perceber como funciona o instrumento.
3- Quer se consultar oracularmente, pague por uma consulta; afinal o profissional estudou anos e se dedicou. E com toda certeza teve seus gastos financeiros.
4- Não pensem que participando de 'grupos de estudos' seja lá em que área for, se tornará um profissional. O conhecimento vai muito mais além disso! E a prática ainda mais longe e diversificada.



Para finalizar, uma frase com intuito reflexivo:

Não de DÁ conhecimento, se COMPARTILHA experiências!

Luqiam Osahar (24/03/2014)

Nenhum comentário:

Postar um comentário