quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Runa EHWAZ

EHWAZ / EH


“byth for eorlum ... aetheling wyn,
Hours hofum wlanc … thaer him haeleth ymbe
Welege on wicgum, wrixlath spraece,
And bith unstyllum … aefre frofur.”

O cavalo ante os nobres é uma alegria principesca
Destacando-se orgulhosamente quando falam dele
Os ricos cavaleiros à sua volta
E para alguém que é inquieto, é sempre um consolo.




Ehwaz ( Eh ), está aparentemente relacionada com o mundo de desenvolvimento do álamo, o poema volta ao “cavalo”, que já ocorreu em versos anteriores, mas somente agora foi dado a ele o status de toda uma runa. O cavalo era considerado um animal sagrado pelo potencial físico adicional que dava ao cavaleiro. Na ordem do alfabeto rúnico, é reservado para este aett final, o aett da transcendência. Aqui o “cavalo” representa o veiculo físico que transportará e ajudará o homem em sua viagem para dentro do desconhecido. Ele pode ser visto como simbolizando o corpo físico que deve ser treinado e cuidado para fazer seu trabalho melhor. Um bom cavalo é considerado no verso como fazendo um “aetheling”, “um príncipe”. Esta runa também nos transporta a um contexto de rapidez, haja vista, que a dinâmica e potencialidade de um bom cavalo também era medida pela sua velocidade.

Em algumas pesquisas direcionadas ao uso mágico das runas, encontramos inscrições de ehwaz sendo utilizada em palíndromos, como forma de selo para confirmar o feitiço ou maldição. Sendo assim, temos mais uma nova interpretação para esta runa, como sendo uma runa de “selo” para dar veracidade ao encanto, ou como “guardião” do feito, não se sabe exatamente se esta função era também atribuída aos cavalos, mas é certo a condição sacra deste animal na comunidade rúnica.




Na leitura divinatória, pode significar:


Plano material – viagens de negócios, persistência em um objetivo, novos empreendimentos de sucesso, promoções, status social elevado.
Plano abstrato – resistência, controle emocional, altruísmo, verdade, sigilo.
Plano sentimental – relações passageiras, sedução aguçada, libido, aventuras emocionais, meio social não muito confiável.
Plano da saúde – problemas de saúde passageiros, desgaste físico. 

Plano espiritual – busca de um caminho, ceticismo, dom para magia mental.

Nenhum comentário:

Postar um comentário