quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Runa HAGALAZ


HAGALAZ/ HAEGL / HAGALL

“byth hwitust corna : ... hwyrft hit of heofones lyfth.
Wealcath hit windes scura … weortheth hit to waetere syththan.”

O granizo é o mais branco dos grãos ... Ele se lança do céu
Chicoteado pelo vento tempestuoso... então transforma-se em agua.



A primeira runa do segundo aett, hagalaz, lança o leitor da boa vida da alegria para o amargo frio mundo externo do “granizo”. A paisagem deserta é cinza de ossos e gelo, mas o granizo é referido com “grão”, uma referencia ao grão da colheita. O granizo também se transforma em água, o agente fertilizador do crescimento.

Esta runa nos ensina muito sobre as limitações naturais da vida, assim que ela nos tira do aconchego da vida material e em família, no aett de fehu, e nos leva ao mundo externo, do frio e gelo. Faz com que comecemos a aceitar e enfrentar essas limitações impostas pelas forças da natureza, do qual não podemos lutar e sim nos adaptar.

Em algumas pesquisas arqueológicas, foram encontrados objetos ritualísticos em um sítio na cidade de Upssala-Suécia, onde inscrições rúnicas ligadas a maldições estavam gravadas em ossos e pedras, uma leitura mágica dessas inscrições revelaram que a runa Hagalaz era usada comumente como chave para tais maldições, assim sendo chegamos também a conclusão de que esta runa se destinava não só a representar as limitações impostas pelas forças da natureza, assim como representar limitações “lançadas magicamente” sobre outros.

Esta runa também está associada aos gigantes da mitologia escandinava, de onde provia toda força mágica e controlava os ciclos sazonais, assim determinando os períodos de ritos destinados a plantio/colheita. Hagalaz abre este aett representando assim o inicio do ano, que para as comunidades rúnicas não se dividia em estações e sim em duas partes distintas, uma clara ( primavera/verão) e outra escura (outono/inverno).

Na leitura divinatória, pode significar:

Plano material – impedimentos profissionais, limitações, pequenas perdas materiais, período de dificuldade seguido da colheita.
Plano abstrato – má intenções, vingança, pessoa calculista.
Plano sentimental – período de desavenças, dificuldades no lar, relação desgastada, problemas com a família do cônjuge.
Plano da saúde – tratamento com uso de medicação pesada, cirurgia, período de cautela, recuperação lenta.
Plano espiritual – poder mágico, facilidade de manipulação energética, uso/envolvimento/contaminação de magias, energia condensada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário