sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Ibèjí



Hoje é dia de "Cosme e Damião". Não faço sincretismo religioso entre os santos da Igreja Católica e o Candomblé; mesmo sabendo que a Umbanda o faz. Não sou Umbandista, sou de Candomblé. Mas, muitos, por tradição afro-brasileira, inclusive no meu Ilê, acabaram em adotar essa data como um dia para homenagear Ibèjí.
Bem, mas aproveitando essa egrégora dos "santos crianças", e que hoje é muito comemorado, vou falar sobre Ibeji, que no candomblé é uma divindade infantil. 
Através do Odú Ejiokò é que Ibejí nasce, ou seja, nos caminhos deste Odú é que são citados contos sobre a importância de Ibeji no caminho de todos nós.
Ejiokò também traz em seus itans (contos) a presença de Ikú (morte). E um dos contos interessantes é de como Ibejí livrou Ejiokò de Ikú. Para esse Itan, a saudação é : Kú lònà fopim sí isè òtító, ki agbára láti gba kíkó jé mimó." ( Morte no caminho acabando com o trabalho honesto, e que o poder de aceitação de aprender [através de Ibejí] seja limpo.) Ou seja : A morte está para todos, inclusive a quem trabalha honestamente; mas, quando temos a humildade de aceitar conselhos dos que ainda estão aprendendo, este perigo pode ser evitado. 

O conto:

"Ejiokó e Ire eram amigos desde a infância, mas tinham temperamentos diferente: um era impulsivo e desobediente, enquanto o outro era calmo e tranquilo, respectivamente. Ire aconselhava o amigo, porem este acreditava que Ire queria mostrar que sabia mais que ele. Ire, vendo que a vida de Ejiokó estava cada vez pior, foi a casa de Orumilá e pediu-lhe que desse a Ejiokó conselhos. O grande sábio atendeu o pedido de Ire e mandou chamar Ejiokó a sua presença. Embora relutante, Ejiokó foi até a casa de Orumilá, que o advertiu para não olhar para trás, mesmo que fosse chamado pelo nome. Ejiokó achou bobagem a advertência de Orumilá e foi embora para sua casa.. No caminho ouviu nitidamente seu nome sendo chamado bem alto. Quando ia olhar para trás, Ibejí, que estava ao seu lado, segurou sua mão e não o deixou virar. Dessa forma Ibejí salvou Ejiokó de cair em uma armadilha provocada por Iku (morte)."

Um conselho claro sobre a importância de não nos deixarmos levar pela arrogância Ninguém sabe mais que outro!
Por conta desse Itan é que sempre que esse Odú se apresenta no jogo de um consulente, pede-se a ter cuidado; estar sempre alerta e não se deixar distrair, principalmente por alguém chamando seu nome. Quem nunca se pegou "achando que alguém o chamava?" ... Nossa, parece que ouvi meu nome .... hummm Ejiokó está lhe mostrando para ter atenção!

Um ótimo dia de "Cosme e Damião" para todos. Sabem quem é Doum? 

Nenhum comentário:

Postar um comentário