quinta-feira, 13 de junho de 2013

Sobre as manifestações populares



Sobre os posts de desabafos, tanto criticando quanto apoiando os atos de manifestações populares.

Com essa onda de mensagens inundando a rede sobre as manifestações nas ruas, acho que também vou dar meu pitaco.
Fico só observando a revolta do povo, tanto aqueles na linha de frente - os manifestantes ativos e que vão à rua, quanto aqueles por trás da tela - os manifestantes sentados de plantão elaborando manifestos on line e promovendo discussões virtuais.

Essa minha Lua em Libra é phoda! Eu odeio as vezes ter que servir a deus e o diabo; mas, por um lado é bom, porque me anulo da questão e observo de fora todos os lados.

É impressionante e evidente como a população está revoltada. E com toda razão! Esse nosso país está uma bagunça só (olhando para nosso umbigo), porque a merda está em todo planeta.

Mas vamos falar daqui. Confesso que muitas vezes me incomoda como a maioria reage diante de toda essa insatisfação. Acho sim, que as vezes é necessário usar de métodos mais agressivos para chamar a atenção, reclamar e se declarar indignado. Assim também como aplaudo quem tem coragem para isso; porque é muito fácil ficar por trás de um monitor instigando, falando, bravejando e, ir as ruas se expor e enfrentar a polícia, ninguém quer! Assim também, como aqueles que criticam as manifestações violentas, alegando anarquia e vandalismo, e também não vão as ruas ajudar os policiais a controlar o povo revoltado. É bem claro aquele ditado que " no do outro é refresco".

Sabem o que acho disso tudo? Uma grande perda de tempo! Já que a mobilização é mínima diante do necessário para causar grandes mudanças e impacto. Poucos estão lá lutando, se expondo, gritando, apanhando da policia, etc. Nenhum está lá ajudando a policia a controlar os manifestantes. E por fim, a grande maioria está escondida se pronunciando contra e a favor das manifestações, não querendo dar sua cara a tapa. Porque na rede todos falam o que quer e o que pensa e não precisa "sujar as mãos" - Quanta hipocrisia! De ambas as partes.

Vamos fazer o seguinte, e o mais LÓGICO, nestes casos. Primeiro : De quem é a culpa pela degradação política de nosso governo, que tanto nos desagrada? hummmm... NÓS MESMOS! Então, raciocinando, o que poucos fazem, é simples: Temos a maior arma a nosso favor e por mais engraçado que seja, não vamos precisar nos "sujar", e nem nos expor. Na hora de votar, não deem voto a ninguém! Já sabemos que, mesmo com boas intenções, os políticos acabam sendo corrompidos pela máquina chamada poder, e PODER é o povo - que pode colocá-los lá e também tirá-los (constitucional)! Povo UNIDO e não separados pela hipocrisia imperante em nosso meio.

Somos palhaços sim! Mas, palhaços de nosso próprio circo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário