quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

O carnaval



A palavra carnaval vem do latim "carne vale", que significa "prazer da carne". É uma festa originalmente pagã, apesar da Igreja usa-la como marco da páscoa. Teve início na Grécia por volta de 600 a 520 a.C; uma celebração aos deuses da fertilidade. Nestas festas era permitido abusar dos prazeres: comida, bebida, sexo etc.
As celebrações carnavalescas se tornaram populares no seculo XI, quando a Igreja em Roma determinou a quarta-feira de cinzas - último dia de carnaval, o primeiro dia da quaresma ( depois de 3 dias de prazeres, agora é hora de se abster-se e descansar para a Páscoa), um período de 40 dias que antecederia a Semana Santa.
A Implantação de fantasias, bailes de máscaras e carros alegóricos se deu durante o Período Renascentista, sendo a França uma de suas maiores representantes; um período Vitoriano, onde os prazeres estavam contidos em expor a beleza e o brilho da realeza.
Como se determina a data do carnaval? Por acabar sendo adotada pela Igreja como uma data importante, que marcaria um período de celebrações eclesiásticas  o carnaval é determinado a partir do domingo de Páscoa, em uma contagem regressa. O domingo de Páscoa é o primeiro domingo depois da lua cheia do equinócio de outono (para nós no hemisfério sul), e do equinócio de primavera (hemisfério norte). Assim sendo, o carnaval deve ser 47 dias antes do domingo de Páscoa - 40 dias (quaresma, depois da quarta de cinzas) + 7 dias ( semana santa, antecedendo a Páscoa).

Neste carnaval, brinquem, celebrem, use e abuse dos prazeres. Mas, não esqueçam que tudo deve ser feito no limite de cada um. O que realmente nos faz mal, não é o carne vale, mas sim o excesso dele.

Um ótimo carnaval a todos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário